cookingdrinkguitartools

Como os vídeos online estimulam as pessoas a partir para a ação

Há tempos que os vídeos online são considerados uma ferramenta para construção de awareness de marca. Mas depois que analisamos as tendências no YouTube e falamos com pessoas de todo o mundo sobre como, onde, quando e por que elas assistem a vídeos online, ficou claro que esse formato é usado em todas as etapas da jornada. Profissionais de marketing, tomem nota.

> 50%

Mais da metade dos consumidores disseram que os vídeos online os ajudaram a decidir qual marca ou produto específico comprar.1

Desça a página e veja cinco maneiras de usar o YouTube para estimular a ação. Scroll down

As pessoas assistem a vídeos online para aprender coisas novas e buscar o que elas gostam.

Os vídeos online não oferecem apenas conteúdos que viralizaram: eles ajudam as pessoas a aprender algo novo e se aperfeiçoar.

  • Aprendi a ser bartender no YouTube. Assisti a um vídeo de duas horas, contei para o meu gerente atual e agora estou trabalhando com isso há um ano.
    – Jenny, 25 anos – Toronto, Canadá
  • 4 em cada 5 espectadores disseram que os vídeos ajudam a aprender coisas novas ou a desestressar.2

  • Eu regava demais minhas plantas, e elas sempre morriam. Com o YouTube, aprendi a cultivá-las melhor e comecei a cozinhar com o que planto no meu próprio jardim.
    – Sam, 47 anos – Mineápolis, EUA

Quando as pessoas se identificam com o conteúdo, não só o assistem como também partem para a ação.

Seja para aprender algo novo ou conferir a avaliação de um produto, as pessoas querem ver experiências online que sejam reais, inclusive os erros. Um conteúdo autêntico torna o aprendizado ou a compra menos aterrorizante e dá aos usuários a confiança necessária para agir.

  • 3 em cada 4 espectadores afirmaram achar importante que o YouTube tenha pessoas reais, autênticas ou parecidas com elas.3

  • Prefiro ver alguém que já tenha feito aquilo antes. Gente como eu, tentando descobrir como fazer alguma coisa. Então, se eles conseguiram, não deve ser tão difícil. Isso me deixa mais tranquilo.
    – Thomas, 30 anos – Cidade de Quebec, Canadá
  • As pessoas que eu mais assisto são humanas e realistas, não fingem nada. Passam pelas mesmas coisas que eu.
    – Yasmin, 45 anos – Cheshire, Reino Unido

Os vídeos podem gerar ações e até mesmo compras.

Quando as pessoas sentem que aprenderam o suficiente online, ficam motivadas a fazer aquilo na vida real, e é aí que o “eu consigo fazer“ vira “eu preciso comprar“.

  • Depois de assistir a um vídeo no YouTube, fico animada. Me sinto pronta para cozinhar, quero sair, comprar tudo do que eu preciso e começar.
    – Irina, 33 anos – Nova York, EUA
  • >7 em cada 10 pessoas se sentem prontas, motivadas ou confiantes depois de aprender algo novo com um vídeo no YouTube.4

  • O YouTube te convence de que você pode fazer algo. Você assiste a um vídeo e pensa: “Não parece tão difícil assim“.
    – Dave, 22 anos – Mineápolis, EUA

Mesmo que as pessoas assistam a um vídeo sem intenção de compra, elas estão abertas a descobrir coisas novas.

Quando as pessoas assistem a vídeos para aprender algo, elas estão abertas a marcas e produtos que as ajudem a atingir seus objetivos. Inspiradas pela possibilidade de algo novo, geralmente fazem mais buscas.

  • >90% das pessoas dizem que descobriram novos produtos e marcas pelo YouTube.5

  • Assisto a um vídeo, vejo uma ferramenta que não conheço, pesquiso no Google para descobrir o nome dela e vou até uma loja para comprá-la.
    – Jean, 27 anos – Pittsburgh, EUA
  • 80% das pessoas dizem que costumam intercalar a busca online com os vídeos quando estão procurando um produto que querem comprar.6

Os vídeos estimulam as pessoas em cada etapa da jornada, até mesmo nas lojas físicas.

As pessoas recorrem aos vídeos online para seguir os passos de alguém, encontrar produtos ou marcas específicas e até mesmo substituir a tradicional lista de compras.

  • >55% das pessoas disseram que assistiram a vídeos online enquanto estavam fazendo compras em uma loja.7

  • Se eu chego em uma loja e esqueço o que preciso comprar, abro o vídeo para ver os ingredientes. Todo mundo usa lista de compras. Por que eu não posso assistir um vídeo?
    – Chris, 52 anos – Charlotte, EUA
  • 110% foi o crescimento do tempo de exibição de vídeos do tipo “qual [produto] comprar” no YouTube em relação ao ano passado.8

Três maneiras de garantir que a sua estratégia de vídeos online estimulará ações

Não importa em que parte da jornada as pessoas estão: certifique-se de que a sua marca esteja presente em anúncios e conteúdo em vídeo que sejam úteis e inspiradores.

Ajude as pessoas a descobrir novos produtos, marcas e ideias, mesmo quando elas não pretendem comprar naquele momento.
Promova sua marca como um especialista e responda às perguntas mais frequentes das pessoas.
Faça com que as pessoas realizem ações, e até mesmo comprem, com uma experiência simples e imediata.

Fontes (8)

  • 1, 7 Google/Ipsos, global (EUA, Canadá, Brasil, Reino Unido, Alemanha, França, Austrália, Japão, Índia, Coreia), estudo "How People Shop with YouTube", pessoas de 18 a 64 anos que ficam online pelo menos uma vez por mês e que compraram algo no último ano, n=24.017, julho de 2018.
  • 2-6 Google/Magid Advisors, global (EUA, Canadá, Brasil, Reino Unido, Alemanha, França, Japão, Índia, Coreia, Austrália), "The Role of Digital Video in People’s Lives", usuários comuns da Internet de 18 a 64 anos, n=20.000, agosto de 2018.
  • 8 Dados do Google, EUA, julho de 2017 a junho de 2018.