Waze: como a mobilidade pode gerar oportunidades para as marcas em 2018

Flavia Rosario Nov 2017 Aplicativos, Mobile

Mobilidade. Esta palavra, que sempre esteve atrelada de alguma forma à desordem urbana e a problemas de infraestrutura das cidades, ganhou outro significado na última década. Isso porque a popularização dos smartphones transformou a maneira como nos locomovemos, consumimos e nos relacionamos.

O Waze têm mais de 11 milhões de usuários no país e o brasileiro passa, em média, 1h34min diários preso no trânsito. Ou seja, a mobilidade é uma preocupação natural na hora de organizar a rotina. E é nesses momentos que o Waze se torna o protagonista; quando a pessoa está dirigindo mas continua interagindo com o aplicativo no celular.  Esses são instantes que precedem uma atividade no mundo real, e representam uma janela de grandes oportunidades para marcas.

Waze: como a mobilidade pode gerar oportunidades para as marcas em 2018 1

Algumas marcas já estão aproveitando esse espaço e combinando mobilidade e tecnologia com resultados surpreendentes. Esse é o caso da GM, por exemplo. Os motoristas do Chevrolet Onix, o carro pioneiro em conexão com a internet entre os fabricados no Brasil, agora podem navegar no Waze direto do painel do veículo.

O aumento do interesse pela mobilidade urbana, além de contribuir para criar um trânsito mais seguro e conectado, também trouxe uma nova forma de fazer publicidade, oferecendo às marcas a oportunidade de falar com o consumidor mais próximo do momento da decisão de compra e até mesmo conduzi-lo até ponto de venda. E nós temos algumas novidades para ajudar a sua marca a se aproximar ainda mais dos consumidores em 2018.

1. Mobility Stories

Por estar tempo todo junto ao motoristas nas suas idas e vindas pela cidade, o Waze coleta dados que contam verdadeiras histórias sobre os hábitos e rotinas dos consumidores. Estamos disponibilizamos novos pacotes especiais de mídia para ajudar as marcas a participar ao máximo dessas histórias, sejam elas contos de verão, fábulas sazonais ou até mesmo crônicas de futebol.

2. Segmentação e métricas:

Em 2018, as marcas também poderão acompanhar as métricas de seus anúncios em aplicativos terceiros, podendo comparar os resultados com outras plataformas. O primeiro parceiro para essa tarefa será o Doubleclick. Com as suas ferramentas, os anunciantes terão, pela primeira vez, a possibilidade de fazer a gestão do investimento de anúncios de forma programática.

3. First Look

Você sabia que os anúncios no Waze chegam a ser até 50% mais efetivos quando vistos logo no começo do dia? É o que chamamos de prime time da mobilidade – o trajeto matinal a caminho do trabalho ou estudos é muitas vezes o momento que as pessoas têm para planejar o dia, e isso inclui as compras. Quer momento melhor para chamar a atenção dos consumidores para uma promoção imperdível ou um cupom de descontos?  Pensando nisso, em 2018, vamos disponibilizar o First Look, uma funcionalidade que garante que seu anúncio seja visto logo no primeiro takeover da jornada do consumidor.

Waze: como a mobilidade pode gerar oportunidades para as marcas em 2018 2

4. Roadside Assistance

Todos os meses, os brasileiros reportam no Waze mais de 500.000 acidentes e veículos parados. Esse comportamento nos trouxe um insight: e se as marcas pudessem ajudar seus consumidores no momento em que mais precisam? Agora, com a Roadside Assistance, elas podem. E essa é uma grande oportunidade para se aproximar dos clientes de um jeito único, intuitivo e totalmente relevante.

Waze: como a mobilidade pode gerar oportunidades para as marcas em 2018 3

Waze + OOH

Essas são duas mídias que já estão na rua - e mirando no mesmo target. Por que não colocá-las para trabalhar em conjunto? Essa é a finalidade do W/OOH, um produto inédito, ainda em beta, desenvolvido em parceria com a Pub Brasil, com o objetivo de integrar o planejamento, execução e métricas dos mobility based ads do Waze com as mídias OOH. Com isso, vai ficar fácil definir com precisão as localizações e mensagens de seus outdoors, a partir de funcionalidades como o Hot Zones Mapping, que oferece uma visão do real fluxo das vias. Essa metodologia já foi pilotada em outros mercados e sabemos que a combinação dos dois traz 50% mais alcance e 3 vezes mais navegações para os locais anunciados.

Waze: como a mobilidade pode gerar oportunidades para as marcas em 2018 4

Com esses lançamentos, estamos buscando novas oportunidades de explorar a mobilidade aproximando as marcas das pessoas de forma inovadora, criativa e contextualizada. E o Waze ainda pode abrir muitos caminhos para continuarmos desenvolvendo esse potencial.

Waze: nossa missão é acabar com o trânsito