Think Retail with Google

A mudança do perfil de consumo na era do Everywhere Commerce exigirá cada vez mais das empresas de varejo a adoção de uma estratégia multicanal única e que impacte o usuário em toda a sua jornada de consumo. Esse insight de Claudia Sciama, Diretora de Negócios de Varejo do Google Brasil, deu início ao Think Retail with Google.

A mudança do perfil de consumo na era do Everywhere Commerce exigirá cada vez mais das empresas de varejo a adoção de uma estratégia multicanal única e que impacte o usuário em toda a sua jornada de consumo. Esse insight de Claudia Sciama, Diretora de Negócios de Varejo do Google Brasil, deu início ao Think Retail with Google.

O evento ocorreu no dia 21 de Agosto, em São Paulo, na sede do Google Brasil. O encontro reuniu cerca de 200 gestores e empresários do mercado varejista para falar sobre os impactos da expansão da Internet e da mudança do perfil dos consumidores nesse importante segmento da economia.

Para entender melhor esse novo perfil de consumidor mais informado e menos impulsivo, Maria Helena Marinho, Market Insights Manager do Google, divulgou os resultados da pesquisa "Entendendo o comportamento Multitelas", realizada pela Ipsos, com exclusividade para o Google Brasil. A pesquisa lista em detalhes o processo de compra no varejo, cada vez mais impactado pelo ambiente on-line, por meio do acesso às multitelas. Cerca de 30 milhões de brasileiros já são three screeners e 69% do consumo de mídia é feito por meio de telas. Para ter uma ideia do impacto dessa transformação, 52% dos internautas já pesquisam on-line antes de realizar uma compra.

Marcelo Castelo, sócio da F.biz e precursor na publicidade mobile, trouxe cases de varejistas no Brasil e nos EUA que utilizaram da plataforma mobile para e-commerce e para impactar o consumidor, divulgando algumas das melhores práticas no setor. Um bom exemplo é a Amazon nos Estados Unidos, que já oferece busca através da leitura do código de barras do produto e a possibilidade de compra em um click, gerando uma verdadeira mudança de hábito no consumidor. Outro case interessante, desta vez brasileiro, é o da Netshoes, que através do mecanismo de geolocalização do Google, consegue reconhecer o local de pesquisa do consumidor e impactá-lo com uma oferta direcionada durante sua pesquisa de determinado produto.

Frederico Trajano, Diretor Executivo de Operações do Magazine Luiza, conta sua experiência à frente da rede, uma das precursoras na implementação de uma estratégia omnichannel no país. Ao final de sua palestra, os convidados puderam acessar uma oferta da rede para realizar a compra de um pendrive através da tecnologia de realidade aumentada, tendo um exemplo prático da utilização da internet móvel para gerar conversões.

Por que YouTube? A Head de Desenvolvimento Estratégico de Agências, Gleidys Salvanha, lista 7 keypoints simples para utilizar vídeo on-line na sua estratégia: YouTube é mais do que TV, ele engaja e não tem dispersão. Vídeo faz parte da cultura do brasileiro. YouTube combina engajamento com volume. O canal on-line incrementa sua cobertura de mídia com rentabilidade. Vídeo on-line deve estar no seu planejamento inicial das suas campanhas. YouTube deve fazer parte dos seus investimentos de mídia 70, 20, 10. Por fim, é necessário fazer a transição de uma estratégia de TV para uma estratégia de vídeo. Por que YouTube? A pergunta correta é: por que não Youtube?

Já existem exemplos bem-sucedidos de utilização do YouTube para criar sua própria audiência no varejo brasileiro, como o Canal YouTube Moda da C&A. O case foi tema do bate-papo entre Julio Zaguini, Diretor de Agências do Google, Fabio Saad e Cristiane Rojas, ambos da DM9 Brasil. Os números atestam o sucesso do canal, que já se encontra no seu segundo ano e conta com 10,5 milhões de views, gerando posicionamento de marca e vendas das coleções divulgadas através do canal nas lojas físicas.

Em um ambiente cada vez mais competitivo, a Internet tem uma eficiência enorme em destruir empresas. Essa é a inspiração de Avinash Kaushik, o evangelista do marketing digital do Google, para uma análise prática de sites e estratégias digitais de alguns dos maiores varejistas brasileiros, alguns deles que atuam exclusivamente no e-commerce. A conclusão do palestrante é que o mercado brasileiro está despreparado de maneira geral para o ambiente digital. Avinash descreve os quatro passos para resolver essa questão utilizando sua estratégia See, Think, Do: melhorar a experiência de compra on-line, oferecer serviços e conteúdo pela rede, investir em diferentes plataformas na internet e utilizar as redes sociais para gerar relacionamento.

O evento teve ao todo oito palestrantes e foi transmitido via Hangout na página Google para seu Negócio. O encontro demonstrou que o consumidor pode estar em qualquer parte e em qualquer lugar e que o varejo brasileiro, inclusive alguns dos seus principais players, ainda precisa se preparar para assimilar esse novo comportamento.

Veja alguns dos melhores momentos do Think Retail with Google:

 

Claudia Sciama Diretora de Negócios para segmento de Varejo, Google Brasil

Maria Helena Marinho Market Insights Manager, Google Brasil

Marcelo Castelo Sócio e Co-Fundador, Head Mobile, Responsável pelo escritório EUA, F.biz

Frederico Trajano Diretor Executivo de Operações do Magazine Luiza

Case: YouTube Moda, a estratégia de Vídeo on-line da C&A Julio Zaguini - Diretor de Agências, Google Brasil - ex-diretor de varejo do Google e Marketing do Carrefour Fabio Saad - Diretor Geral de Mídias Digitais DM9DDB e Cristiane Rojas - Project Director DM9DDB

Encontre aqui as apresentações relacionadas ao evento:

Omniconsumer: O consumidor multi plataforma Maria Helena Marinho - Head of Market Insights, Google Brasil

Everywhere Commerce: Como impactar o seu consumidor em toda sua jornada até a compra Claudia Sciama - Diretora de Negócios para segmento de Varejo, Google Brasil

Embrace the video everywhere Gleidys Salvanha - Head de Desenvolvimento Estratégico de Agências,Google Brasil

Magazine Luiza Frederico Trajano - Diretor Executivo de Operações

From TV to vídeo: A importância de uma estratégia de vídeo digital para o varejo. Gleidys Salvanha - Head de Desenvolvimento Estratégico de Agências, Google Brasil

Três segredos do Search Marketing voltado para o cliente