Três coisas que você precisa saber para continuar bem posicionado no ranking mobile do Google

Rodrigo Baroni, Caio Tomazelli Junho de 2018 Busca, Mobile, UX e Design

Em 2010, o Google passou a considerar a velocidade de carregamento dos sites na hora de estabelecer o ranking orgânico dos resultados de busca para desktop. E, no início de 2018, avisamos que a partir de julho seria a vez das buscas feitas no mobile também passarem por essa transição, fazendo a velocidade de carregamento no mobile afetar o ranking orgânico.

Mas não há motivos para preocupação. Essa mudança afetará apenas as páginas que entregam uma experiência muito abaixo do esperado aos usuários. Afinal, a intenção da busca é um sinal muito forte, então mesmo uma página mais lenta mas com muito conteúdo relevante ainda pode ficar no topo dos resultados.

No entanto, há três coisas que você precisa saber se quiser ocupar uma boa posição no ranking das buscas do Google.

1. Velocidade e ecossistema mobile são muito importantes

Conforme o último Internet Trends 2018, realizado pela Mary Meeker, nós vivemos em um mundo cada vez mais mobile-first. Nos EUA, por ex., das 5,9 horas diárias que passamos acessando mídias digitais, 3,3 são em aparelhos móveis.

ranking_mobile_graphic1

Não é à toa que o investimento em mídia digital já é maior que TV. O mobile já ultrapassou desktop e é quem tem a maior oportunidade de crescimento entre todos os meios. A diferença entre o tempo gasto com mídia e o investimento nela gera uma oportunidade de nada menos que 7 bilhões de dólares.

ranking_mobile_graphic2
ranking_mobile_graphic3

Além disso, pesquisas mostram que a velocidade anda de mãos dadas com a taxa de conversões e o bounce rate nos sites mobile.

ranking_mobile_graphic4

2. As ferramentas são suas melhores amigas

Há alguns anos, o Google vem divulgando orientações e ferramentas focadas no desempenho de velocidade. A seguir, você encontra algumas dicas para entender e navegar melhor em todas as ferramentas e metodologias disponíveis. Para mais informações, você também pode utilizar esse infográfico.

  • Compare a velocidade de seu site mobile com a velocidade de seus concorrentes com o Speed Scorecard. Os dados da ferramenta são baseados na experiência de usuários reais do Chrome (CrUX) quando acessam destinos populares da internet.
  • Use a Calculadora de Impacto para estimar o potencial impacto de melhorias na velocidade do seu site mobile na sua receita. Esse impacto é impulsionado pelos dados de referência do Google Analytics.
  • Para avaliar a velocidade com que o seu site é carregado e obter dicas de otimização, você pode verificar o PageSpeed Insights.

3. E as AMP são grandes aliadas do desempenho

Páginas que usam a tecnologia Accelerated Mobile Pages (AMP) são tão rápidas que parecem carregar instantaneamente. E você pode direcionar os cliques das suas campanhas do Google Search para essas páginas super velozes, especificando uma URL mobile específica.

As AMP continuam evoluindo e expandindo rapidamente para além do conteúdo, trazendo novas funcionalidades para sites e também para outros produtos como campanhas de Google Shopping, como por exemplo o AMP Stories - um formato imersivo e visual para storytelling - e o AMP para Email.

Mais do que nunca, precisamos superar as expectativas do público nas suas experiências mobile, deixando-as cada vez melhores e mais rápidas. Sites velozes, além de deixar os usuários felizes, também garantem uma posição melhor que a dos concorrentes nos resultados das buscas. 

Sem desculpas: hora de melhorar a experiência mobile da sua marca