3 lições que aprendemos no Premier Partner Awards 2018

Ao longo de dois meses deste ano, os parceiros Premier do programa Google Partners puderam se inscrever no Premier Partner Awards 2018. Nele, os cases escolhidos compartilharam suas histórias de sucesso e mostraram como usam o Google Ads e as boas práticas incentivadas pelo Google para atingir os objetivos dos seus clientes.

A premiação destacou soluções inteligentes e originais que as agências desenvolveram em seis categorias: Inovação em Busca, Inovação em Display, Inovação em Anúncios Mobile, Inovação em Shopping, Inovação em Anúncios de Vídeo e Crescimento de Empresas Online.

Os finalistas exploraram uma maior personalização dos produtos do Google, combinando as ferramentas disponíveis do Google Ads com soluções desenvolvidas internamente. Eles também usaram o Google Analytics e o machine learning para conhecer seus consumidores e alcançar melhores resultados nos seus negócios.

Veja agora algumas lições e conselhos que tiramos das experiências dessas agências finalistas, que servem de inspiração para vários outros protagonistas do mercado.

Tecnologia cria interações simples e relevantes

As tecnologias estão cada vez mais inteligentes. Hoje podemos automatizar parte do nosso trabalho para ganhar eficiência e dedicar tempo a tarefas mais complexas. “Reduzimos muito o tempo gasto em trabalhos manuais, como alterações de lances, multiplicadores e outras demandas repetitivas”, diz Tulio Kehdi, fundador e COO da Racoon Digital. “Com isso, ganhamos tempo para análises mais complexas e estruturação de campanhas estratégicas para os nossos clientes.”


“Ganhamos tempo para análises mais complexas e estruturação de campanhas estratégicas para os nossos clientes.”

– Tulio Kehdi, COO da Racoon Digital


“A tecnologia do Google Ads habilita as nossas equipes comerciais a complementar a informação com uma consultoria mais estratégica, por exemplo, através do envio aos nossos clientes de relatórios atualizados do Google Test My Site”, diz Ricardo Barros, CEO do Pareto Group.

premierpartner_graphic1

Esses avanços trazem novas oportunidades de marketing e uma maior eficiência na segmentação do nosso público. Que efeitos isso tem sobre o mercado? Quanto mais tecnologia se usa nas campanhas digitais, mais interações são criadas com os consumidores. E essas interações são cada vez mais simples, imediatas e relevantes.

É certo que, na era do machine learning, o uso avançado de ferramentas de lances automáticos do Google, por exemplo, é fundamental na hora de conhecer o público e se assegurar que o seu anúncio será entregue às pessoas mais interessadas no que a sua marca oferece.

Vídeos, o ponto de partida para conhecer seu público

A segmentação por público-alvo melhora o rendimento das campanhas, levando as marcas aos usuários com interesses específicos por meio de mensagens relevantes e úteis. Por isso, os usos criativos da audiência, baseados em afinidades ou intenções de compra, trazem uma oportunidade enorme para as campanhas digitais.

_premierpartner_graphic2

É chave não só conhecer os gostos e interesses das pessoas, mas também falar a sua língua. Com a hipersegmentação do conteúdo, a plataforma de vídeo online se tornou uma aliada decisiva para se conectar com clientes em potencial a partir daquilo que eles querem ver.

Uma pesquisa mostra que, no Brasil, metade das pessoas que assistem a vídeos online encontra todo o conteúdo que quer no YouTube1. Ou seja, aquilo que os consumidores procuram no YouTube nos ensina a fazer conexões através do vídeo, com os hábitos e comportamentos de cada público.

Experiência multitela: desafio para a atribuição

Os especialistas em marketing sabem que toda publicidade tem um impacto nas vendas, mas nem sempre isso é fácil de medir. Os relatórios de atribuição do Google ajudam a saber não apenas quando os clientes interagem com diferentes anúncios antes de completar uma conversão, mas também quando fazem isso usando diferentes dispositivos. Por isso, esses relatórios dão acesso a estatísticas valiosas sobre como seus potenciais clientes usam várias telas em seu caminho até a ação.

premierpartner_graphic3

Dados de pesquisas indicam, por exemplo, que 33% dos brasileiros têm no smartphone a sua principal ferramenta de compra pela internet2. “É preciso estar em todos os lugares, em todos os micromomentos. O mobile é essencial nisso”, diz André Palis, fundador e diretor comercial da Racoon Digital, finalista na categoria Inovação em Mobile. “Esses dispositivos já são realidade nas campanhas dos nossos clientes e, com uma mensuração cross-device, temos uma visão muito ampla da sua importância na jornada de compra.”


“É preciso estar em todos os lugares, em todos os micromomentos. O mobile é essencial nisso.”

– André Palis, diretor comercial da Racoon Digital


Nesse contexto, as Campanhas Universais de Aplicativos também mostram a importância de satisfazer as necessidades dos usuários e de chegar aos clientes certos na hora certa.

Cannes 2018: os melhores cases em data creativity