De Portinari ao futebol feminino, o Google leva a arte e a cultura do Brasil ao mundo

Luisella Mazza Julho de 2019 Novas Tecnologias, UX e Design

Luisella Mazza, do Google Arts & Culture, explica o projeto do Google de levar a herança cultural e artística do mundo a todas as pessoas por meio da tecnologia, e como a plataforma disponibiliza online - e em detalhes - a riqueza da cultura brasileira.

Nós do Google Arts & Culture temos parcerias com organizações culturais para disponibilizar online a herança cultural do mundo inteiro. Hoje, mais de 2 mil instituições se uniram a nós globalmente para tornar a cultura mais acessível a qualquer pessoa, em qualquer lugar, e de graça.

Desde o começo do Google Arts & Culture, o Brasil tem um lugar especial nos nossos corações. Tive a sorte de visitar o país em 2012 e conhecer nossos primeiros parceiros. Visitei a Pinacoteca de São Paulo e seu incrível acervo. Caminhei pelo Parque Ibirapuera e admirei o mural d’Os Gêmeos na entrada do MAM. Estive no Museu do Futebol e lá fui inspirada pela paixão do Brasil por seu esporte favorito.

Ao longo dos anos, fizemos parcerias com um número cada vez maior de instituições culturais no Brasil para ajudá-las a preservar e compartilhar sua herança com o mundo.

Assim, nem preciso dizer que ficamos arrasados quando o prédio de um dos nossos mais queridos parceiros, o Museu Nacional, pegou fogo no ano passado. Esse foi um dano irreparável que infelizmente ninguém vai conseguir resolver, nem com as tecnologias mais avançadas. Mas graças ao nosso trabalho conjunto com o Museu feito desde 2016, hoje você pode virtualmente entrar no prédio e saber mais sobre sua coleção perdida:

Como você pode ver, essa experiência nunca teve intenção de substituir a experiência de visitar o museu, mas ela pode colaborar com a documentação e ajudar a instituição e seus visitantes a dar seus próximos passos no futuro.

Um gênio brasileiro acessível a todos

Acreditamos que o digital pode ajudar a levar nossa herança cultural a qualquer pessoa, em qualquer lugar. Assim, trabalhamos com parceiros em todo mundo para preservar e promover a herança artística por meio da tecnologia, mesmo quando as obras de arte estão longe, inacessíveis ou são delicadas demais para viajar.

Ao longo dos anos, fizemos parcerias com instituições globais para prestar homenagens com retrospectivas digitais a artistas como Frida Kahlo, Bruegel e Vermeer.

E agora lançamos a primeira retrospectiva digital dedicada a um artista brasileiro: Candido Portinari. Mais de 20 mil obras, esboços e desenhos de e sobre Portinari estão online no Google Arts & Culture, graças à cuidadosa curadoria do seu filho, João Portinari.

Na minha primeira visita à Pinacoteca, fui especialmente impactada por sua obra Mestiço e sua forte conexão com a história do Brasil. Fiquei ali, apenas admirando essa poderosa representação. Agora você pode dar um zoom e descobrir as mais delicadas pinceladas desse artista incrível, assim como de muitos outros. Isso graças à tecnologia da Google Art Camera, que foi usada pela primeira vez em dez obras de Portinari.

Com ela, as pinturas estão disponíveis em superalta definição, revelando os mínimos detalhes como nunca antes havia sido possível nas suas reproduções. E isso não só é lindo de observar, como também pode ser uma rica fonte de informação para curadores estudarem essa e outras obras em detalhe.

De Portinari ao futebol feminino, o Google leva a arte e a cultura do Brasil ao mundo

Além de admirar os detalhes das obras de Portinari, você pode explorá-las fazendo uma navegação por cores (percorrendo os trabalhos que têm predominância de azul, rosa, verde, laranja etc.), conhecer virtualmente a casa do pintor, que fica em Brodowski, no interior de São Paulo, ou então aprender sobre sua visão de mundo em mais de 20 exposições virtuais – descobrindo, por exemplo, seus painéis “Guerra” e “Paz”, duas obras-primas expostas na sede da ONU, em Nova York.

Ajudando a escrever a história do futebol feminino

Como disse antes, temos carinho pelas parcerias que construímos ao longo dos anos, e sempre damos o máximo de atenção às ideias dos nossos parceiros.

Um exemplo recente é o Museu do Futebol, um dos nossos primeiros parceiros no Brasil. Nos últimos meses, trabalhamos juntos em uma nova ideia da qual tenho muito orgulho. Como já sabemos, este ano temos a Copa do Mundo feminina, na França, e talvez exista um motivo pelo qual muitas pessoas não haviam nem ouvido falar dela antes:

Agora, você pode dividir sua história e nos ajudar a preencher esse vazio na maneira como a história do futebol é contada. Com a colaboração dos usuários, o Museu do Impedimento vai dedicar um lugar especial para o futebol feminino no Google Arts & Culture.

Estamos mais motivados do que nunca para continuar levando arte e cultura a todo lugar e a todo mundo por meio da tecnologia. Isso é parte fundamental do que fazemos no Google, e contamos com os parceiros e com as pessoas para realizar um trabalho cada vez melhor.

Leia mais:

Confira aqui todas as novidades apresentadas no Google for Brasil 2019.

O Google celebra o Brasil e aposta no país