Privacidade, segurança e educação: a base das novas gerações de conectados

Kent Walker Julho de 2019 Novas Tecnologias, UX e Design

Kent Walker, Vice-Presidente Sênior de Assuntos Globais e Diretor Jurídico do Google, apresenta ações que dão às pessoas mais controle sobre a privacidade de seus dados e mais informações para evitar os riscos de navegar na web.

Nós do Google acreditamos no potencial incrível da tecnologia para melhorar as vidas das pessoas ao redor do mundo. Esse é um lado fundamental da nossa missão, mas também reconhecemos a necessidade de uma inovação responsável, que promova os benefícios da tecnologia e minimize seus desafios.

Queremos criar produtos que sejam úteis e acessíveis universalmente, e temos a mesma abordagem para a privacidade – acreditamos que ela deve estar disponível para todos.

Aqui, vou dividir alguns dos nossos esforços mais recentes relativos à nossa missão, tanto em termos de utilidade como de privacidade. Eles refletem nossa responsabilidade para com os usuários e com a sociedade. Também mostram como nossa missão se estende às próximas gerações para ajudá-las a aprender não só as habilidades digitais, mas como avaliar o que veem online. 

Ser útil e responsável é o caminho da confiança

Vamos começar com o que fazemos de mais básico. Nós existimos para criar ferramentas que ajudam as pessoas. E, por 20 anos, o conceito de utilidade vem sendo central naquilo que fazemos. A busca do Google, nosso primeiro produto e o mais conhecido, ajuda as pessoas a acessarem informações úteis da maneira mais rápida e fácil possível.

Tivemos uma expansão incrível além da busca. Hoje oferecemos muitos produtos e serviços, e o Google e suas empresas irmãs trabalham com ferramentas avançadas, desde Inteligência Artificial até carros autônomos. Mas todos os nossos produtos têm algo em comum: eles precisam ser úteis para as pessoas no dia a dia.

Ser útil também significa ser responsável, focando não apenas nos nossos usuários, mas fornecendo informações e ferramentas de alta qualidade que beneficiam nossa sociedade como um todo.

O nosso CEO, Sundar Pichai, já disse que o fundamento de tudo o que fazemos é a confiança dos usuários. Isso é o que nos sustenta. As pessoas usam a busca do Google porque confiam que ela trará respostas úteis e relevantes. Se perdermos a confiança dos usuários – fazendo coisas erradas, criando produtos inúteis ou pegando alguns atalhos – eles irão embora. Simples assim.

A privacidade e a segurança são pilares fundamentais da confiança. Acreditamos que é possível construir produtos de grande qualidade com poderosas proteções de privacidade, estando igualmente disponíveis para cada pessoa, não importa quem seja ou onde esteja.

É por isso que desenvolvemos produtos que permitem aos usuários fazer escolhas claras e significativas sobre seus dados. Seja entregando resultados de busca na língua certa, ou recomendando o trajeto mais rápido para casa, os dados podem tornar os produtos do Google mais úteis. E cada um deve ser capaz de entender e administrar como esses dados são usados, tomando as decisões de privacidade mais adequadas individualmente.


A confiança dos usuários é o fundamento de tudo que fazemos.

– Sundar Pichai, CEO do Google


Privacidade: as pessoas com o poder

É por isso que nosso trabalho com privacidade nunca termina. Nos últimos dois anos, por exemplo, envolvemos mais de 10 mil pessoas de 18 países, incluindo o Brasil, em pesquisas relacionadas à privacidade e à segurança para entender melhor as preocupações e necessidades dos usuários.

Na Google I/O, nossa conferência anual de desenvolvedores realizada em maio, anunciamos novas e importantes funcionalidades de privacidade – e os brasileiros já têm acesso a muitas delas, em português. Estamos trazendo o acesso em um clique para as configurações de privacidade em todos os nossos produtos principais, incluindo busca, Mapas, Assistente e, em breve, no YouTube.

Também estamos anunciando globalmente controles de autodelete para as atividades web e de apps, o que ajudará você a administrar mais facilmente suas configurações de dados. Ao longo deste ano, também vamos levar o modo anônimo de navegação ao Google Maps.

Privacidade, segurança e educação:  a base das novas gerações de conectados

Para proteger seus dados de ameaças, comandos de segurança agora estão integrados aos telefones Android, fornecendo autenticação em dois passos. Essa funcionalidade crítica de segurança agora está disponível para mais de 1 bilhão de aparelhos em todo o mundo. 

E no ano passado, no Brasil, avisos no nosso navegador Chrome preveniram 60 milhões de visitas a sites potencialmente perigosos, protegendo os brasileiros de malwares e outras ameaças.

Vamos garantir ainda mais que os nossos produtos sejam seguros, investindo em tecnologias que façam mais pelos usuários com menos dados, empoderando as pessoas com escolhas claras e significativas a respeito de suas informações pessoais.

Uma nova geração de exploradores responsáveis

Ao mesmo tempo, também sabemos da importância de fornecer os recursos certos e educar as gerações seguintes de usuários de internet a desenvolver bons hábitos digitais.

De acordo com uma enquete feita recentemente com pais e educadores, 91% dos professores e professoras do Brasil dizem não ter todos os recursos de que precisam para ensinar com eficiência às crianças sobre como usar a internet.

Por isso, estamos trabalhando com ONGs em alguns programas que ajudam os educadores a discutir riscos online e cidadania digital com seus alunos em sala de aula.

Temos diversas iniciativas nesse sentido, e esperamos ver dezenas de milhares de educadores no Brasil se engajando nelas em breve. Um exemplo é Seja Incrível Na Internet, um programa projetado para ensinar às crianças a explorarem o mundo online da maneira certa. Ele traz planos de ensino com atividades e exercícios que os professores podem baixar e usar em sala de aula. Também desenvolvemos um divertido jogo online chamado Interland, que ajuda as crianças a serem espertas quando usarem a internet.

Privacidade, segurança e educação:  a base das novas gerações de conectados

A versão em português do site teve mais de 50 mil visitantes, e mais de 600 mil pageviews nos primeiros quatro meses do ano. Além disso, no ano passado, demos treinamento presencial a mais de 5 mil professores e professoras no Brasil, e pretendemos treinar outros 5 mil até o fim de 2019. 

A educação desenvolvendo a autodefesa digital

Também sabemos que a internet cria oportunidades para todo mundo acessar informações confiáveis de fontes legítimas. A abertura da internet deixou esses benefícios ao alcance de todos, não importa quem sejam as pessoas ou onde elas estejam. Infelizmente, há quem tente tirar vantagem dessa abertura para enganar os outros.

Levamos essa desinformação muito a sério, mas sabemos também que não existe uma fórmula mágica capaz de eliminar todo o conteúdo enganoso da internet de uma só vez. É por isso que trabalhamos com diversos grupos para conter os esforços voltados a enganar, prejudicar ou tirar vantagem dos nossos usuários, e continuamos desenvolvendo parcerias para fortalecer em todos a capacidade de interpretar de maneira crítica as informações acessadas online.

Temos orgulho em anunciar uma doação de US$ 1 milhão do Google.org para apoiar o EducaMídia, um novo programa de educação midiática conduzido pelo Instituto Palavra Aberta. Essa iniciativa vai ensinar estudantes a aplicar o pensamento crítico às informações que consomem online, desenvolvendo habilidades cruciais para se tornarem cidadãos bem informados e ativos na sociedade civil.

Pelos próximos dois anos, o programa fará uma curadoria e produzir um currículo de educação midiática para treinar mais de 5 mil professores, o que acabará ajudando cerca de 170 mil estudantes a identificar melhor a desinformação online.

O programa também visa aumentar o conhecimento a respeito da educação midiática nas escolas públicas de pelo menos dez estados brasileiros por meio de parcerias com secretarias estaduais.

Por fim, o programa produzirá materiais que servirão de instrumentos para famílias e jornalistas atacarem esses problemas de um ponto de vista educacional.

Privacidade, segurança e educação:  a base das novas gerações de conectados

Compromisso por um mundo melhor

Conectar as pessoas aos serviços e informações mais úteis, construindo ferramentas para ajudá-las, é o que fazemos de melhor. 

Trabalhamos para tornar a informação do mundo, assim como nossas ferramentas e serviços, amplamente acessíveis e úteis a todas as pessoas. E nos esforçamos para conquistar a confiança dos usuários, algo fácil de perder e difícil de ganhar.

Nossos esforços em todos os produtos, assim como os investimentos que apresentamos aqui, refletem a profundidade desse compromisso.

Leia mais:

Confira aqui todas as novidades apresentadas no Google for Brasil 2019.

Como o Waze trabalha com pessoas e cidades para ajudar o Brasil a se locomover melhor