Com mais de 7,5 milhões de locais cadastrados e 17 milhões de visitas mensais, a missão do Apontador é conectar pessoas, lugares e informações ao seu redor. A empresa disponibiliza soluções de geolocalização e tecnologias móveis para auxiliar as pessoas a encontrarem os melhores locais e serviços em diversas cidades. Confira quais ferramentas o Apontador utiliza para acompanhar a evolução do mercado mobile e ter uma estratégia cada vez mais multitelas.

Metas

  • Compreender as necessidades do público para oferecer uma navegabilidade mobile de alta qualidade

Metodologia

  • Utilizar produtos como Google AdExchange e AdMob para fortalecer os negócios mobile da marca

Resultados

  • O Apontador recebe 17 milhões de visitas mensais, das quais o mobile representa 30% do tráfego
Publicado
Abril 2015
Tópicos

Os brasileiros estão cada vez mais conectados em multitelas. Já são mais de 100 milhões de brasileiros on-line e 137 milhões de usuários mobile no país, segundo o eMarketer. Essa tendência de mobilidade está transformando profundamente a vida das pessoas e, portanto, a maneira como as marcas devem se comunicar com elas.

O estudo global The Connected Consumer, encomendado pelo Google e realizado pela TNS, indica que no Brasil, 72% dos usuários de smartphones acessam a internet todos os dias diretamente de seus aparelhos móveis. Destes, 20% utilizam a internet somente do seu celular.

Enxergando o potencial do mercado digital há 15 anos, o site Apontador surgiu no ano 2000 para ajudar as pessoas a escolher os melhores locais e serviços em diversas cidades. A empresa utiliza um ranking dinâmico baseado nas avaliações e interações dos usuários que permite uma filtragem de acordo com o que eles desejam encontrar: Melhor Conteúdo, Recentes, Mais Antigas, Mais Curtidas, Negativas e Positivas.

Além de um site mobile otimizado para impulsionar o negócio, o Apontador conta, atualmente, com aplicativos para iOS, Android, Windows 8 e mais de 7,5 milhões de locais cadastrados recebendo mensalmente 17 milhões de visitas.

Alexandre Santos, Gerente de Marketing do Apontador, revela que, atualmente, o canal virtual recebe 30% de visitas mobile e que a expectativa é crescer 20% em 2015. Ele lembra que, no ano passado, o Apontador foi eleito pela loja brasileira do Google Play um dos melhores aplicativos de smartphones e tablets.

O executivo explica que, no Apontador, entre as estratégias para fortalecer o mobile estão ferramentas e produtos do Google, principalmente para analisar o tráfego e entender as necessidades das pessoas. “Também participamos dos encontros realizados pela empresa para trocarmos ideias sobre as melhores práticas do mercado brasileiro e de outros países”, define Santos.

Segundo Rafael Siqueira, fundador e CTO do Apontador, a empresa trabalha com o conceito de “behavioral target”, ou seja, analisa o comportamento do público para oferecer informações relevantes. “Além de fornecer tudo o que eles precisam em termos de localização com todo o conteúdo de que dispomos, agregamos muita tecnologia”, acredita Siqueira.

Entre as ferramentas utilizadas está o Google AdExchange, em que a monetização acontece também quando as pessoas clicam ou visualizam os anúncios em seu site. A vantagem no mobile é que a ferramenta permite gerar receita com propriedades da web para celular, possibilitando o uso de formatos específicos para telas pequenas, uma segmentação que garante que os anúncios sejam relevantes para o conteúdo mobile.

Outra ferramenta é o Google AdMob, que auxilia na exibição de anúncios dentro dos aplicativos e se torna importante para gerar receita. Uma das vantagens é promover seus aplicativos dentro de outros apps para milhões de usuários de smartphones e tablets em toda a rede da AdMob. É possível, ainda, analisar os aplicativos com a eficiência do Google Analytics, mas pela interface da ferramenta.

Expectativas para 2015

Segundo o eMarketer, a tendência do mercado mobile é de crescimento, espera-se atingir cerca de 15 milhões de usuários em três anos e superar 151 milhões em 2018. No Apontador, as expectativas não são diferentes. Para 2015, a perspectiva é de que a presença de usuários alcance 50% dos acessos vindos do mobile site e dos aplicativos. “O nosso foco está voltado para melhorar a experiência dos usuários multitelas. Provavelmente, vamos implementar neste ano o nosso site totalmente responsivo, apenas com uma URL independente do dispositivo. Em breve, queremos trabalhar com wearable devices”, finaliza Santos.

[[inline-video-1]]