Como as pessoas estão usando o YouTube para lidar com o isolamento

Os mais variados tipos de conteúdos estão sendo produzidos por YouTubers, com conselhos úteis para ajudar as pessoas em meio ao isolamento. Além de promover uma verdadeira conexão com o público, essas produções também nos ajudam a seguir em frente — todos juntos. Reunimos aqui os 5 temas que mais têm atraído diferentes audiências neste momento.

Home office

Com um número cada vez maior de pessoas trabalhando em casa, creators têm compartilhado dicas e truques de como fazer o home office funcionar. Desde resolver problemas de conexões lentas, lista de equipamentos necessários, até maneiras criativas de colaborar com seu time remotamente. Para você ter uma ideia: nas últimas semanas, as buscas por “trabalho remoto” e “home office” atingiram nível recorde no Google e no YouTube1 — e sem sinal de desaceleração.

Estude comigo

Estudantes do mundo todo também estão se adaptando à nova situação. Com escolas fechadas, muitos partiram para o aprendizado em casa e têm acompanhado aulas virtuais. Para manter a motivação e promover o companheirismo na hora dos estudos, eles têm consumido cada vez mais vídeos com a temática “estude comigo”, uma tendência que surgiu e ganhou força originalmente em 2019. Desde janeiro, as visualizações, ao redor do mundo, dos vídeos com “estude comigo” no título mais do que dobraram se comparadas ao mesmo período no ano passado2. E com o isolamento, a campanha do Fique em Casa #comigo tem ganhado força com os creators, que oferecem entretenimento e companhia nos mais variados conteúdos no YouTube.

Refeições rápidas

Comida enlatada e itens não perecíveis que você pode estocar não têm a melhor das reputações, mas podem ser bastante úteis em tempos de quarentena. Felizmente, YouTubers estão dando um novo rótulo para esses alimentos e trabalhando receitas simples de forma divertida para provar que essa comida funcional também pode ser saborosa. Em busca de inspiração, pessoas ao redor do mundo estão assistindo a vídeos relacionados a receitas numa média 45% maior do que viam em março de 20193 — e entre esse público, os vídeos de refeições rápidas são ainda mais populares. À medida que as pessoas se preparam para o isolamento, esses vídeos ajudam a organizar as refeições.

Redução de estresse

As incertezas em torno do surto de coronavírus impacta nossas rotinas e traz novas preocupações. Por isso, muita gente tem visto vídeos que ajudam a lidar com a ansiedade e o estresse. Dentro desse gênero, as pessoas buscam apoio em diferentes frentes — de vídeos com dicas de meditação e yoga a conteúdos inesperados, como a construção de aquários com plantas feitos especialmente para peixes Betta, assim como toda a sorte de vídeos do popular ASMR (sigla para Autonomous-Sensory Meridian Response, ou "resposta sensorial autônoma do meridiano"). Somente neste ano, as visualizações nos vídeos relacionados à meditação tiveram um aumento de 35% se comparadas ao mesmo período de 20194, sem mencionar que nunca foram tão altos os views e uploads de vídeos de ASMR.

Exercício em casa

Os frequentadores regulares das academias agora têm encontrado diferentes formas de se exercitar em casa com a ajuda de YouTubers. Com mais de 8 mil canais, a comunidade fitness no YouTube é bastante forte e abrangente em relação à modalidade dos exercícios: há aulas de aeróbica, treino intensivo sem aparelhos, alongamento — e muito mais. Globalmente, a busca por vídeos sobre "treino em casa" aumentou mais de 55% no mês de março em comparação com a média do ano anterior5. Mesmo em tempos difíceis, as pessoas estão buscando sincronizar os horários habituais de treino à quarentena.

Coronavírus: como o Google está ajudando?