Cultura é de Comer

Quem vai pro fogão já sabe: faz tempo que gastronomia é igual viagem. Não é só o destino que importa, mas o caminho também. Enquanto o forno assa a comida, a conversa vai esquentando. Combinando sabores, a gente se entende. Não é à toa que pratos de tantas origens diferentes brilham no menu no YouTube.

 

Quem come viaja. E quem cozinha, mais ainda.  A gastronomia põe locais  de origem, hábitos de outros países e entretenimento,  tudo junto, na mesma panela.

Os ingredientes podem até mudar, mas o prazer de comer bem faz sentido em qualquer país – e dentro da sua casa.

Do meu fogão pra esse mundão

Se aquela receita internacional não chega até o chef amador, ele corre logo pro celular ou computador. Sempre tem um vídeo que conta o caminho mais detalhado ou mais prático dos sucessos de cada culinária. E essa é só a primeira parada, claro!

A mesa de casa vira um meio de transporte pra outras culturas. E é batata: uma delas sempre acaba conquistando de vez o estômago de quem é um pouco foodie.

v345

É pá-pum! Pra começar a entender o jeitinho único de um povo, prepare em casa o que eles comem por lá.

Essa é a dica da Juliana Campos

Base_Youtube_Gastronomia_V217.jpg

Essa é a dica da Juliana Campos, advogada de Porto Alegre (RS), que cozinha com inspiração de sobra.

Base_Youtube_Gastronomia_V218.jpg

Curiosidade dá caldo!

Da forte inspiração oriental aos ingredientes que são orgulho do Brasil, a sacada desse canal é caprichar nas curiosidades e nos dados científicos que a gente nem sempre consegue descobrir pelo paladar.

Prato Fundo

O Brasil experimenta a Estônia.

Emmy é do Japão, mas seu canal é uma viagem para todo canto do mundo. Em cada episódio da série Emmy Eats ela prova e comenta comidas típicas. E a galera daqui curte tanto que já tem vídeos com legenda em português, como esse sobre a Estônia.

Emmy made in Japan

Cereja no bolo.

As sobremesas inspiradas nos clássicos franceses, fotogênicas e tecnicamente perfeitas, são o começo dessa história. Depois vêm as viagens recheadas de aventuras gastronômicas pelo mundo. É só embarcar.

Danielle Noce

Um gostinho daqui, ó!

Nem só de receitas estrangeiras vive o paladar desses chefs. É que muitas vezes a combinação inesquecível está mais perto do que a gente imagina – pode ser uma receita típica, um restaurante escondido ou aquela feirinha local.

Fazer um prato bem brasileiro: taí uma forma saborosa de se reconectar às nossas raízes. Essa certeza está ganhando cada vez mais espaço no cardápio e na cabeça das pessoas.

O Brasil é bão, Sebastião!

grGastronomismo
Tastemade Brasil

Pirão baiano, churrasco gaúcho, docinho mineiro... Coisa boa é ver as riquezas do Brasil e seus cenários de origem bem representados no digital. Cada passo do preparo é um passeio pelas ruas da cidade. E quem ainda não tinha experimentado tem a chance de provar e aprender sem sair de casa. É aí que os sabores se multiplicam.

Rango do Rafa

O prato é pop.

E invade até o mundo da ficção. Tá nos filmes, livros, games e nas séries do momento. Então, já que o smartphone e o tablet invadiram o balcão da cozinha e foi farinha pra todo lado, por que não jogar essas duas paixões no liquidificador e dar o play na receita daquele episódio que tá todo mundo comentando? Spoiler: eles foram feitos um pro outro.

Juntaram a fome com a vontade de assistir. Entretenimento e gastronomia foram parar na mesma panela. O resto é só história.

Fome de guerra

Ícones como Game of Thrones, Zelda e O Senhor dos Anéis fornecem as lendas fantásticas que viram receitas bem reais nesse caldeirão medieval – com direito a um humor meio atrapalhado, mas irresistível.

Cozinha dos Tronos

Como é gostoso o meu geek!

O balcão dessa dupla de amigos é tão espaçoso que cabe série, livro, game e rock. Mas não se engane: no fim, tudo é pretexto pra cozinhar e levar um pouco da paixão pela cultura pop para o prato.

Miolos Fritos

Entre carne de panela, boeuf bourguignon e risoto de dragão, o público pede um pouco de tudo e a história de cada um. É essa mistura esperta que amplia as oportunidades de conversa.

 

gastronomia-421
Mão na Massa