1,2,3,4 o show vai começar

No digital, o play alcança multidões. No fone de ouvido ou no alto-falante, a música não tem hora pra começar nem pra terminar.

Os olhos e ouvidos estão sempre atentos:

 

82 milhões de pessoas consomem música no digital todo mês.

FONTE: COMSCORE E FORRESTER RESEARCH — MAIO DE 2017.

E no palco do YouTube, o som reverbera para uma plateia incansável:

80% dos brasileiros com acesso à internet assistem a vídeos de música no YouTube.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM BRASILEIROS DE 14-55 ANOS COM ACESSO À INTERNET – MAIO DE 2017.

demo

É música que cabe no bolso e na bolsa.

Metade das visualizações são na tela do celular.

FONTE: DADOS INTERNOS GOOGLE – 2017.

Os mais jovens lotam a plateia, mas tem espaço pra todo mundo.

71% têm de 18 a 34 anos.

19% têm 35 anos ou mais.   

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

Tem mais vozes masculinas, mas as mulheres também engrossam o coro.

57% são homens.

43% são mulheres.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

Demo2

E o estudo é faixa garantida na playlist da maioria desse público.

88% têm ensino médio ou superior completo.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

A banda toca pra todo mundo.

O YouTube é acessado por

86% da classe A.

83% da classe B.

78% da classe C.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA EM TODAS AS PLATAFORMAS – MAIO DE 2017.

Pra quem já tá de mãos dadas e pra quem busca o refrão pro seu verso <3

54% são solteiros.

42% são casados ou moram juntos.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

Pensou em ouvir música? Aqui é o lugar.

75% dos consumidores de música no YouTube consideram a plataforma a primeira opção para dar o play.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

O YouTube mantém o topo das paradas.

Para 76% desses usuários, o YouTube é onde eles mais consomem música.  

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

demo 4

Era comum ter as emissoras preferidas no dial. Agora dá pra acompanhar um monte de canais, sem moderação.

53% é o aumento de assinantes nos principais canais.

FONTE: DADOS INTERNOS YOUTUBE 2017 – PRINCIPAIS CANAIS DE MÚSICA – JANEIRO A MARÇO DE 2017.

Nem precisa ter nostalgia da era do rádio.

O YouTube, sozinho, tem a mesma audiência do rádio ouvido pela população brasileira acima de 12 anos das classes A, B e C.

FONTE: TARGET GROUP INDEX BRY18W1 (AGO16-JAN17) V1.0, POPULAÇÃO 12 A 75 ANOS DO IBGE EM 2016; COMSCORE: MULTI-PLATFORM KEY MEASURES, BRAZIL, JAN 2017.

É o lugar pra fazer garimpo musical e deixar de lado um pouco aquele hit que já tocou trocentas mil vezes.

76% usam a plataforma pra descobrir músicas novas.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA EM TODAS AS PLATAFORMAS – MAIO DE 2017.

Pre-pa-ra: tem música pra matar a saudade e tem novidades surpreendentes.

67% usam o YouTube para procurar as músicas que querem ouvir.

43% para ouvir músicas antigas que não encontram em outro lugar.

29% para estar antenados sobre novas músicas.

28% para conhecer um artista ou música nova.

27% para ouvir as sugestões de músicas que o YouTube oferece.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

Demo 5

Mais que ouvir, o YouTube é o lugar para ver música.

76% costumam assistir a vídeos sobre música com mais frequência.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA EM TODAS AS PLATAFORMAS – MAIO DE 2017.

Nesse palco, os aplausos são mais intensos.

15x mais do que nas redes sociais.

11x mais do que na TV paga.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA EM TODAS AS PLATAFORMAS – MAIO DE 2017.

Divulgar uma banda com um videoclipe caprichado continua sendo um acerto.

73% assistem a videoclipes no YouTube.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

Vídeo oficial mata só um pouco dessa fome sonora.

4 em cada 10 usuários também assistem a shows.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

Quer ver seu cantor favorito? Não precisa mais esperar aquela apresentação no programa de domingo.

Consumidores de música no YouTube costumam assistir a vídeos musicais na plataforma

9x mais do que na TV aberta.

5x mais do que no principal app de streaming.

3x mais do que na TV paga.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

Ver e ouvir não bastam. Bom mesmo é interagir.

74% gostam de estar por dentro dos últimos lançamentos.

40% gostam de interagir com artistas através da internet.

43% gostam de saber o que os artistas estão fazendo (bastidores).

39% gostam de se expressar dentro do universo da música (postar covers, composições, coreografias etc.).

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

7

É que a interação aproxima fãs e artistas.

47% curtem os vídeos dos artistas preferidos.

40% compartilham.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

Afinal, nossa relação com a música já não é mais a mesma.

58% consideram o YouTube um dos principais causadores dessa mudança.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

Se a ideia é se divertir, se emocionar e conhecer as coisas mais bacanas, o endereço é aqui.

69% afirmam que encontram os conteúdos mais legais de música no YouTube.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

O YouTube é o palco particular de cada um de nós.

No seu palco, quem escolhe as atrações é você. Quer um clima mais romântico ou prefere uma pegada mais balada?

4 em cada 10 montam as suas playlists no YouTube.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

Nem precisa escolher: na sua playlist, cabe de tudo um pouco.

52% dos usuários gostam de ouvir músicas de artistas variados.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

Do rock ao funk, do sertanejo ao punk, no YouTube é onde se ouve de tudo.

76% sabem que a plataforma é o único lugar que dá acesso a qualquer estilo musical de qualquer época.

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

A diversidade é música para nossos ouvidos.

Mas, cá entre nós, todo mundo tem um queridinho, vai!

41% preferem Rock

41% Sertanejo Universitário

40% Pop

40% MPB

36% Eletrônica

26% Gospel

26% Pagode

FONTE: PESQUISA GOOGLE E REDS COM CONSUMIDORES DE MÚSICA NO YOUTUBE – MAIO DE 2017.

Por falar em queridinho, tem um canadense que caiu nas graças dos brasileiros:

O Brasil é o segundo país do mundo que mais assiste a vídeos do Justin Bieber.

FONTE: DADOS INTERNOS YOUTUBE – 2017.

As rimas e melodias também deitaram e rolaram por aqui.

O rap ganhou 50% mais seguidores no YouTube no último ano do que a média dos principais canais de música.

FONTE: DADOS INTERNOS YOUTUBE, 2017 – PRINCIPAIS CANAIS DE RAP VS. PRINCIPAIS CANAIS DOS DEMAIS ESTILOS.

A tradição também ecoa por aqui. Grandes clássicos, como David Bowie, unem gerações.

909% foi o crescimento do interesse pelo cantor em janeiro de 2016, mês de sua morte.

FONTE: DADOS INTERNOS GOOGLE – 2016.

8

No rock, o som que toca mais alto é o da nostalgia.

7 das 10 maiores bandas de rock no YouTube são de artistas que se lançaram na década de 90 ou antes.

FONTE: DADOS INTERNOS YOUTUBE BRASIL – 2017.

Mas nem rola negar as aparências e disfarçar as evidências: o sertanejo domina.

5 dos 10 vídeos mais vistos no YouTube Brasil até junho de 2017 são de sertanejo.

FONTE: DADOS INTERNOS GOOGLE – 2017.

E que beijinho doce que ele tem! As minas com sotaque do interior tão com tudo.

3 dos 5 vídeos de sertanejo mais vistos até junho de 2017 são de mulheres.

FONTE: DADOS INTERNOS GOOGLE – 2017.

Estúdio é bom pro artista, mas o público quer saber é dos shows.

Nos principais canais de sertanejo, os vídeos mais vistos são de gravações ao vivo.

FONTE: DADOS INTERNOS GOOGLE – 2017.

6

Do bate-pé para o bate-estaca. Aqui, o público dança conforme a música.

O 1º lugar em visualizações do festival Tomorrowland é do Brasil.

FONTE: DADOS INTERNOS GOOGLE – 2017.

House, techno, trance, disco, não importa: as batidas dominam o fim de semana.

Os picos de visualização dos vídeos de música eletrônica no YouTube acontecem às sextas e aos sábados.

FONTE: DADOS INTERNOS GOOGLE – 2017.

E mais vale um remix a dois do que um DJ solitário.

6 dos 10 vídeos mais vistos de música eletrônica nos principais canais são de colaborações.

FONTE: DADOS INTERNOS GOOGLE – 2017.

Outros insights

Música

Gastronomia

Gaming

Moda e Beleza

Futebol

Gastronomia