Rap é para todos

Mais vozes e causas urgentes se encontram pra falar a real na rua do rap. Chega mais.

 

O rap está deixando de ser música de nicho. Cada vez mais gente se entende na rima e compartilha o freestyle. Por causa nobre, diversão, ou pelas duas.

No digital, os rappers encontram um palco aberto pro improviso e pro dia a dia, tornando-se protagonistas máximos do próprio enredo.

Antes e depois do repente, muita coisa acontece no YouTube.

E os criadores estão lá pra filmar. Mesmo quando não estão rimando, os artistas contam suas experiências e destilam uma pontada de filosofia pra quem quiser ver e ouvir. Esse conteúdo poderoso se transforma em webséries que expandem o universo do gênero.

music-33-v2

Na cara da sociedade

Para alguns, o rap é um caminho pra compreender o mundo e suas desigualdades. Para outros, também é uma expressão da verdade individual e um canal de autoafirmação. Uma coisa é certa: só de ouvir essa galera falando, a gente já sai inspirado.

Tudubom Records
Teaser Documentário O Rap pelo Rap

Abra seus horizontes

No YouTube cabem todos os estilos musicaisem formatos, durações e frequências variadas. Do rap ao pop, ou do rock ao funk, o Lauro reforça a mensagem: a plataforma ajudou a ampliar nossos olhos e ouvidos para a música e para a vida.

music-34-v2

A BATALHA DE MCs AGORA TEM UM PALCO BEM MAIOR.

Parece que o freestyle e a internet cresceram na mesma rua, tamanha a afinidade. No digital, esse estilo inconfundível de improviso ganhou carta branca pra convidar todo mundo a ser o que quiser. Às vezes é papo reto, às vezes é zoeira.

PENSAMENTO A MILHÃO!

Felipe Gaspary

Não precisa escolher entre o humor e a seriedade: nos canais de rap tem rima pra todos os estilos, da galera da rua a convidados inusitados.

Mussoumano

O RAP É A BATIDA QUE MOTIVA O TIME INTEIRO.

Com uma postura de resistência e letras que grudam na cabeça, o rap conta histórias de superação de um jeito único e tem potencial para invadir outros campos. Pode ser hino de futebol, como rolou com o Vasco e a faixa “Sigo Invicto”, do Felipe Ret. E também pode ser educação: no projeto Matéria Rima, que ganhou o prêmio Itaú-Unicef em 2015, as matérias da escola viraram versos e agora ajudam crianças que têm dificuldade de aprender.

NO RITMO DA COMPETIÇÃO

Edi Rock
Jax Rap Motivacional
OrienteRJ

Seja qual for a meta, o rap mostra sua vocação pra ser mensagem motivacional poética e grito de guerra vibrante, tudo ao mesmo tempo. No YouTube, essa versatilidade aparece pra narrar os desafios na academia, no atletismo, no surf e até no videogame.

Tauz

É A RIMA QUE REPRESENTA QUEM NÃO TINHA VOZ NEM VEZ.

Não é de hoje que o rap escancara as verdades que muita gente não quer ouvir. O que é novo nessa cena é o poder que o YouTube tem de conectar ainda mais pontos de vista em nome da representatividade negra, feminista e trans.

Nessa levada, o Criolo regravou a música “Vasilhame” com uma correção: cortou da letra um verso transfóbico. E no coletivo Rimas e Melodias tem só mulher mandando nas sessões ao vivo.

Rap é mudança vestida de som. E o YouTube é o maior guarda-roupa da música.

Respeita as Mina

Elas foram pra frente do flow. Em casa, qualquer pessoa pode ver essas mulheres contando em primeira pessoa qual é a vivência das negras no Brasil. E esse é só o começo de uma conversa que precisava rolar há muito tempo.

Cris SNJ
Tássia Reis
PapelPop - Pabllo Vittar
MC Soffia
Youtube-insights-35
O Mundo é Pop!