O YouTube como plataforma de conexão em tempos de isolamento

Marcella Campos, Samuel Moreschi / Novembro de 2020

No Brasil, são mais de 105 milhões de adultos conectados transmitindo conteúdo e trocando vivências entre si — todos os meses1. O YouTube continua sendo um ecossistema movido por identificação, paixão e mais: durante um ano em que a maioria de nós viveu algo inédito, com a pandemia, a plataforma se tornou também uma importante aliada do dia a dia, que precisamos reinventar.

Nesse contexto, o YouTube tem se tornado cada vez mais presente na vida das pessoas. Não à toa, brasileiros de 18 a 64 anos afirmam que não podem viver sem a plataforma2.

O YouTube como plataforma de conexão em tempos de isolamento

Todos os meses, milhares de pessoas vão em busca de informações confiáveis, orientações de saúde, dicas para se exercitar em casa, cozinhar, e até como se organizar financeiramente. Com as escolas fechadas, estudar online se tornou uma necessidade. Pais procuraram formas de ensinar seus filhos em casa, assim como adolescentes trocaram dicas entre si via YouTube popularizando conteúdos com o tema “Estude Comigo”.

O YouTube como plataforma de conexão em tempos de isolamento

Além de dicas, informações e entretenimento, o YouTube também é lugar de debates e aprendizados. Vozes diversas, como da apresentadora Astrid Fontenelle, da criadora Luci Gonçalves e da artista Linn da Quebrada, reverberaram na plataforma dando alcance a temas tão importantes como combater o machismo, racismo, gordofobia e LGBTQIA+ fobia, entre outras formas de discriminação.

E em meio à crise, também houve muita preocupação com as finanças pessoais. Dicas para economizar ou para ajudar pessoas e pequenos empreendedores foram algumas das tendências observadas no conteúdo do YouTube.

O YouTube como plataforma de conexão em tempos de isolamento-3v2

Os já conhecidos tutoriais de “como fazer” ganharam uma relevância ainda maior. Isso porque atividades básicas da nossa vida, como a ida das crianças para a escola, uma parada para um café no meio da tarde, ou a visita mensal ao cabeleireiro se tornaram verdadeiros desafios. Foi então que milhões de pessoas aproveitaram a oportunidade para aprender novas funções, fazendo elas mesmas tarefas que costumavam delegar aos outros.

O YouTube como plataforma de conexão em tempos de isolamento

Na esteira dessa tendência, o movimento “faça você mesmo” registrou um crescimento exponencial em 2020. Hortas indoor, receitas — das mais simples às mais complexas —, home office devidamente equipado ou pequenas reformas em casa. As pessoas arregaçaram as mangas, e 8 em cada 10 consumidores afirmam que o YouTube os ajuda a transformar ideias em realidade3.

O YouTube como plataforma de conexão em tempos de isolamento

Entretenimento para todos

Os números também mostram que quase metade das pessoas que acessam a plataforma no Brasil a usaram como substituta de um evento ao vivo durante a pandemia4. Sem poder ir a shows, ao cinema, jogos e outros tantos eventos, o YouTube se tornou o ponto de conexão mesmo em tempos de distanciamento social.

Artistas passaram a fazer lives diretamente de suas casas, e a tendência transformou a forma de entretenimento do brasileiro. Marília Mendonça, uma das grandes estrelas do feminejo no Brasil, fez uma transmissão ao vivo direto da poltrona da sua sala atraindo um público equivalente a 159 shows lotados no Madison Square Garden.

O YouTube como plataforma de conexão em tempos de isolamento

Sandy & Junior, Pabllo Vittar, Gilberto Gil e muitos outros grandes artistas nacionais nos deram uma hora ou mais de descanso e lazer nesse ano. Agora, essas transmissões já fazem parte da agenda cultural do brasileiro em um momento em que ainda não é possível realizar eventos físicos.

Sai o esporte ao vivo, entram séries e reprises

Durante o período sem esporte ao vivo, fãs também recorreram ao YouTube para ver séries originais da plataforma e reprises de momentos históricos, mantendo-se conectados com seus times e atletas preferidos.

O tempo de exibição global de vídeos de esportes — excluindo conteúdo ao vivo — do YouTube conectado à TV aumentou em mais de 65% em julho de 2020 na comparação com o mesmo mês do ano anterior5.

O YouTube como plataforma de conexão em tempos de isolamento

Celebridades no controle… dos consoles

E não só: também vimos uma nova tendência em vídeos de games na plataforma. Sem poder entrar em campo, ou subir ao palco, atletas e artistas estiveram no comando de consoles, transmitindo suas partidas online. Uma maneira única de entregar novos conteúdos aos fãs que, assim como seus ídolos, também seguiam em casa durante o período mais crítico da pandemia.

Alok, o mais conhecido DJ do país, enxergou no movimento dos games online uma oportunidade. No seu canal do Game Changer, passou a fazer lives jogando Free Fire ao vivo. E no final da Copa de Free Fire 2020, ele esteve à frente de um evento 100% online, transmitindo seu DJ set para mais de 1,5 milhão de pessoas.

Tudo em um só lugar

Feito por pessoas e para pessoas, o YouTube ampliou sua relevância em 2020 ao oferecer conexão, conversas autênticas e ajuda prática para que pudéssemos enfrentar os desafios do ano. Se ainda não sabemos como será 2021, já sabemos que podemos continuar próximos dos nossos ídolos, nos divertir, conquistar novas habilidades e aprender mais com ajuda de um clique.

YouTube: único para todo mundo