The Update: o que as marcas podem aprender com o sucesso de um chefe de cozinha no YouTube

The Update: o que as marcas podem aprender com o sucesso de um chefe de cozinha no YouTube

Series
The Update
Host
Shar Caesar Douglas, Head de Marketing e Criação do Google na região de EMEA
Guest
Gordon Ramsay, Chefe com Estrela Michelin e Celebridade de TV
Published
Setembro de 2020

Neste episódio, Shar Caesar Douglas, Head de Marketing e Criação do Google na região de EMEA fala com Gordon Ramsay, um chef com estrela Michelin que também é celebridade de TV. Eles discutem como desenvolver uma estratégia de negócios centrada no vídeo, usando como exemplo a jornada de sucesso de Gordon no YouTube para mostrar o que marcas e empresas podem aprender com a plataforma.

Para assistir às outras entrevistas da série, acesse a collection completa The Update.

0:01

>> GORDON RAMSAY: A pressão sobre os chefs hoje é maior do que nunca.

0:05

E, agora, você não é só o chef, é uma ferramenta de marketing.

0:07

E, na minha área, se existe uma

0:08

grande ferramenta,

0:12

tem que ser o YouTube. Pois é um excelente marketing instantâneo

0:14

do produto, chef, restaurante, da marca.

0:18

>> SHAR: Neste episódio do The Update,

0:22

converso com um dos maiores chefs do YouTube, Gordon Ramsay,

0:26

sobre como desenvolver uma estratégia de negócios centrada no vídeo.

0:29

[Shar Caesar Douglas, Chefe de Marketing para Criadores na EMEA, YouTube] [Gordon Ramsay, Chef com várias estrelas Michelin e celebridade da TV] Gordon, conte-nos sobre sua jornada no YouTube.

0:31

[Como foi a experiência de fazer seu primeiro vídeo?] Como foi a experiência de fazer seu primeiro vídeo?

0:35

>> GORDON RAMSAY: Minha primeira incursão na plataforma foi extraordinária,

0:39

pois é uma montagem muito inteligente de vídeos de

0:42

incidentes em restaurantes para o Kitchen Nightmares

0:45

Fosse um rato na torradeira ou comida mofada,

0:47

[Gordon Ramsay Fazendo Pizza para o Café da Manhã] de repente a coisa começou a ganhar força,

0:52

[Gordon Ramsay Fazendo Pizza para o Café da Manhã] e os clientes começaram a dizer: “Ei, adoro seus vídeos do YouTube”.

0:54

[Gordon Ramsay Fazendo Pizza para o Café da Manhã] >> SHAR: Não há como negar que nosso mundo está mudando.

0:57

[Que mudanças você e sua equipe fizeram?] Você pode falar um pouco sobre as mudanças que você e a equipe fizeram?

0:58

[Que mudanças você e sua equipe fizeram?] >> GORDON RAMSAY: Sim,

1:02

[Que mudanças você e sua equipe fizeram?] na minha opinião, o YouTube deixou o planeta muito mais interessado em comida,

1:07

pois tivemos que pegar a negatividade dos últimos dois meses e meio de confinamento

1:08

e transformá-la em algo muito positivo.

1:10

O que isso significa?

1:15

Ganhar confiança, gravar num laptop, iPad ou celular.

1:18

>> VÍDEO NA TELA: Aqui está a diretora de fotografia!

1:19

>> VÍDEO NA TELA: Olá!

1:22

E postar esse vídeo instantaneamente no YouTube

1:26

dá um acesso instantâneo à maior das diversões.

1:30

E, às vezes, especialmente nos momentos sombrios,

1:34

quando havia a incerteza sobre a duração do confinamento,

1:39

vi a mudança positiva na casa dos Ramsay, que, de repente,

1:44

não era só eu, era a Matilda, Megan, Holly e até mesmo minha esposa, Tana,

1:48

que estavam achando aquilo divertido.

1:49

Portanto,

1:55

com o YouTube, você tem uma plataforma para vários tipos de culinária caseira,

1:58

sem edição e até mantendo alguns erros de gravação.

2:00

E por isso é que ficou tão real e muito mais tangível.

2:03

>> VÍDEO NA TELA: Onde está o meu sous chef? Cadê ele? Cadê ele?

2:04

>> VÍDEO NA TELA: Aqui está ele!

2:05

>> SHAR: Adoro isso.

2:08

Você faz programas de televisão desde 2005

2:11

e cria conteúdo no YouTube desde 2009.

2:13

[Como você determina qual é o conteúdo certo para o seu canal no YouTube?] Como você determina qual é o conteúdo certo

2:16

[Como você determina qual é o conteúdo certo para o seu canal no YouTube?] para o seu canal do YouTube, em comparação com a TV?

2:18

>> GORDON RAMSAY: O mais importante para mim

2:20

ao criar novos conteúdos no YouTube,

2:24

[Faça algo diferente] é fazer algo ligeiramente diferente do que é visto na TV.

2:28

[Faça algo diferente] Programas grandiosos, sofisticados e edição inteligente

2:32

são o oposto do que fazemos na plataforma.

2:37

Isso me dá uma espécie de oportunidade de criar

2:40

[Scrambled com Gordon Ramsay] novas marcas menores. “Scrambled” foi a primeira das grandes

2:42

onde preparamos o café da manhã.

2:44

Todo mundo prepara o café da manhã, mas eu trago um convidado,

2:46

[Ramsay in 10] e nós competimos.

2:50

[Ramsay in 10] “Ramsay in Ten”: Como botamos comida na mesa em 10, 11 minutos?

2:52

>> SHAR: Eu me faço essa pergunta todas as noites.

2:55

[E como você pensa no público que está alcançando no YouTube?] E como você pensa no público que está alcançando no YouTube

2:57

[E como você pensa no público que está alcançando no YouTube?] e não está alcançando em outro lugar?

3:00

[O YouTube tem sido subestimado] >> GORDON RAMSAY: Acho que essa plataforma tem sido

3:02

[O YouTube tem sido subestimado] subestimada por muitos anos.

3:06

E eu vejo como meus filhos assistem TV agora,

3:09

e 90% é baixado do YouTube

3:11

porque eles criam seus próprios horários.

3:16

Ninguém diz que passa às 7h30 na CBS ou na ITV às 20h nas sextas.

3:18

Isso já era.

3:21

Eles estão criando suas próprias redes e seu próprio YouTube.

3:27

Na minha opinião, é como se cria esse nível de empolgação mais cedo,

3:30

e essas crianças sabem o que querem.

3:36

[Mais de 2,5 bilhões de visualizações] Ultrapassamos os 2,5 bilhões de visualizações no mês passado. 2,5 bilhões de visualizações!

3:38

>> SHAR: São muitas visualizações.

3:41

[As pessoas estão assistindo a vídeos de receitas e culinária 45% vezes mais do que no mesmo período no ano passado] Há muito interesse em culinária no YouTube.

3:44

[As pessoas estão assistindo a vídeos de receitas e culinária 45% vezes mais do que no mesmo período no ano passado] [Fonte: Dados Internos do Google, Global, 1º de janeiro a 16 de março de 2020 vs. 2019] Só neste ano, as pessoas estão assistindo 45% vezes mais

3:47

[As pessoas estão assistindo a vídeos de receitas e culinária 45% vezes mais do que no mesmo período no ano passado] [Fonte: Dados Internos do Google, Global, 1º de janeiro a 16 de março de 2020 vs. 2019] a vídeos de receitas e culinária do que no ano passado.

3:50

Que tendências e insights estão influenciando sua estratégia no YouTube?

3:55

[Como você garante que está capturando interesse e visualizações?] Como você garante que está capturando esse interesse e essas visualizações?

3:58

>> GORDON RAMSAY: A alimentação à base de vegetais é um fenômeno dos últimos 10 anos.

4:03

Todos os chefs do planeta tiveram que se dar conta disso.

4:07

Tenho observado a expansão dessa geração que está

4:10

um pouco apreensiva quanto a comer proteína e acredita que

4:13

consumir plantas é algo poderoso, e eles estão totalmente certos.

4:18

[Conhecimento instantâneo que não tem preço] Esse conhecimento instantâneo não tem preço.

4:21

[Conhecimento instantâneo que não tem preço] Ter acesso a esse tipo de dados foi super importante.

4:25

Experimentar algumas dessas receitas veganas, vegetarianas, e claro,

4:27

considerar o número enorme de seguidores dessa alimentação.

4:29

>> VÍDEO NA TELA: Um molho delicioso

4:31

>> SHAR: E você sabe que as colaborações fazem sucesso no YouTube.

4:34

[Qual foi uma das suas colaborações mais memoráveis?] Qual foi sua colaboração mais memorável?

4:36

>> GORDON RAMSAY: Meu Deus.

4:40

Tenho um assistente que cuida da nossa mídia social, Justin Mandel.

4:42

E

4:45

ele não parava de falar sobre um tal de "Hot Ones".

4:48

"você tem que ir ao programa". Sério, Justin, estou tão ocupado.

4:50

Ele disse, "não, confia em mim, você tem que participar."

4:54

[Gordon Ramsay critica ferozmente as asinhas picantes | Hot Ones] Então participei da 8ª temporada do programa do Sean Evans,

4:58

[Gordon Ramsay critica ferozmente as asinhas picantes | Hot Ones] e acho que foram mais de 60 milhões de visualizações.

5:04

[Gordon Ramsay critica ferozmente as asinhas picantes | Hot Ones] Por causa de uma asa de frango. Uma asa de frango! É o poder do YouTube.

5:12

[66.962.341 milhões de visualizações] 60 milhões me vendo comer uma asa de frango cozida e apimentada demais. Sério?

5:14

>> SHAR: E, finalmente, quero perguntar:

5:16

que conselho você daria para outras empresas

5:21

[Que conselho você daria para empresas sobre estratégias de vídeo?] começando no YouTube ou desenvolvendo uma estratégia de vídeo?

5:24

>> GORDON RAMSAY: O que você faz primeiro ao subir num trampolim de 10 metros de altura?

5:26

Você passa 10 minutos pensando se deve saltar.

5:28

Mas assim que você salta,

5:30

não vê a hora de subir novamente.

5:31

É a mesmíssima coisa no YouTube.

5:35

[O Gordon Ramsay consegue fazer um hambúrguer em 10 minutos?] Publique conteúdo, crie uma estratégia, entenda os comentários.

5:40

[O Gordon Ramsay consegue fazer um hambúrguer em 10 minutos?] Descubra qual é o consenso geral, o feedback e continue a partir daí.

5:42

[O Gordon Ramsay consegue fazer um hambúrguer em 10 minutos?] Aumente o seu alcance.

5:46

Seja um pouco frívolo nessa aposta e se torne um pouco mais assertivo

5:49

e acredite no que você está publicando.

5:52

E então,

5:54

eu consegui.

5:59

[O fracasso é saudável pois você nunca comete o mesmo erro duas vezes.] Eu superei a adversidade e sempre disse, veja,

6:03

[O fracasso é saudável pois você nunca comete o mesmo erro duas vezes.] o fracasso é saudável pois você nunca comete o mesmo erro duas vezes

6:04

Portanto,

6:07

escute e use o feedback.

6:09

>> VÍDEO NA TELA: Pai, sai.

6:11

>> VÍDEO NA TELA: Fora da cozinha.

6:13

>> VÍDEO NA TELA: Fora.

6:18

>> VÍDEO NA TELA: É sério? É sério? É sério?

6:23

[The Update] [Think with Google] >> VÍDEO NA TELA: Como fazer um molho de cordeiro em 10 minutos?

6:24

[The Update] [Think with Google] >> VÍDEO NA TELA: A mamãe consegue!

The Update: como o Google está ajudando diferentes negócios durante a COVID-19?