O poder dos Criadores: como marcas podem ampliar as conversas com seu público no YouTube?

Patrícia Muratori / Novembro de 2020

Desde a sua invenção, há 15 anos, o YouTube é um lugar de encontro. E mesmo em tempos de isolamento, não foi diferente. Em 2020, a tecnologia foi a ponte segura para que as pessoas pudessem continuar conectadas com seus criadores preferidos. E eles, mais do que nunca, tiveram o papel de ajudar a sua audiência.

Nossa vida mudou nesse ano e nos vimos com muitas dúvidas: como educar as crianças e adolescentes em casa? Como economizar dinheiro em um momento de crise? Como fazer um prato digno de chef? Como colocar a vida pessoal e profissional na sala de estar? E como, enfim, manter a saúde mental em dia lidando com isso tudo?

Essas foram apenas algumas das tantas perguntas que fizemos em um período de transformação. No qual, certamente, desenvolvemos muitas habilidades novas. Gente como a gente, os Criadores também se reinventaram. E nesse processo, tiveram um papel fundamental para nos ajudar a lidar com o isolamento.

Todos juntos no hub do #comigo

No ano em que ficamos em casa, as pessoas foram ao YouTube em busca de uma “dica amiga”, uma palavra de alento ou possíveis soluções para a nova rotina. E foram os criadores que deram essa mão para a sua audiência.

O que surgiu como uma campanha institucional, por exemplo, ganhou uma proporção maior. De aulas de crochê a dicas de como fazer exercícios físicos em casa, o hub de conteúdo do Fique em Casa #comigo se tornou real a partir da parceria com alguns criadores.

Foi nesse espaço que Criadores como a drag queen Lorelay Fox puderam se juntar a médicos do Hospital Albert Einstein para explicar como se cuidar mental e fisicamente durante um dos períodos mais críticos da pandemia.

A conversão de grandes eventos para o ambiente digital

Mesmo com a nossa mobilidade reduzida e a constante recomendação por isolamento social, o ano seguiu. Importantes eventos do calendário anual precisaram ser adaptados e assim nasceu, com apoio do YouTube, a Primeira Parada LGBTQIA+ virtual do mundo.

A festa que levava anualmente mais de 3 milhões de pessoas à Avenida Paulista, em São Paulo, também conquistou números superlativos na sua versão online: com 8 horas de duração, foram 10 milhões de visualizações em uma transmissão com debates sobre a comunidade LGBT e shows de artistas como Daniela Mercury, Ellen Oléria, Gloria Groove, Liniker e Pepita.

Vozes diversas em um só lugar

Autenticidade e propriedade marcam a fala de muitos criadores. No pano de fundo dessas falas, a plataforma ajuda a amplificar importantes debates sobre injustiças históricas e movimentos sociais que precisam levar suas lutas adiante. Não à toa, uma pesquisa mostra que 40% dos entrevistados acreditam no YouTube como lugar para lutar contra preconceitos1.

Olhando para esses números e em consonância com o momento histórico do #BlackLivesMatter, o YouTube Brasil reuniu criadores, artistas e estudiosos no Conversas que importam, uma iniciativa para aprofundar e dar mais alcance à questão racial no país.

Outro importante evento online, que será transmitido na plataforma com apoio do Bradesco, é o YouTube Black Live Stream, marcado para o dia 20 de novembro. O propósito da live, que terá 3 horas de duração, é amplificar ainda mais as vozes de criadores negros, além de apoiar a data em referência à consciência negra, combatendo o racismo no país.

A transmissão, que será apresentada por Thelminha, Tássio do canal Herdeira da Beleza, Johnny Klein e Ana Paula Xongani, também contará com a participação de criadores como Samuel Gomes, do Guardei no Armário, Preta Araújo e spartakus. Todos irão dividir com o público suas experiências relacionadas às cinco maiores urgências da população negra no país. Para além das falas dos convidados, também haverá conversas, via chat, com grupos de 4 pessoas para troca de experiências e aprendizados. Mais uma forma de lembrar das conversas que importam.

As lives de eventos online são um palco importante para mensagens e também uma importante ferramenta de negócio. Um bom exemplo será o retorno do Show da Black Friday: sob o comando de Felipe Neto, o evento, que mescla live commerce com entretenimento, irá divulgar inúmeras ofertas. Com quatro horas de duração, a live, que conta com patrocínio master das Americanas, também contará com outros criadores da plataforma.

Falando a língua dos Criadores

Todas essas conversas nos lembram também que o público, na internet, costuma ser plural. E com o vasto conteúdo do YouTube, são muitas as possibilidades de conversa. Nesse cenário, como levar a mensagem e o propósito de uma marca até seu público prioritário? Um formato criado no Brasil e exportado para outros territórios pode ser a solução: ao conectar marcas e criadores, o Creators Connect produz conteúdos patrocinados com maior relevância e alcance.

O poder dos Criadores: como marcas podem ampliar as conversas com seu público no YouTube?

Movido a paixão, o conteúdo no YouTube produz mais do que visualizações: ele cria um elo de identificação, o que gera uma proximidade única entre quem cria conteúdo e quem o consome. E esse vínculo vem justamente de um grande entendimento que os Criadores possuem do seu público. Por isso, fica evidente a importância de falar a língua dos Criadores. E ao conectar anunciantes, marcas e pessoas com o Creators Connect você tem um bom tradutor desse “idioma”.

Como sua marca pode estabelecer conversas mais relevantes?

Seja para entreter, seja para informar, seja para estabelecer conexão em tempos de isolamento social, os criadores são protagonistas das mais diversas discussões e causas. Isso em uma plataforma que continua crescendo. Já são mais de 105 milhões de usuários mensais, uma audiência massiva que faz com que 76% dos brasileiros conectados conheçam o termo “YouTuber”2. Por isso mesmo, no ranking dos formadores de opinião, os criadores só ficam atrás da família e dos amigos3.

O poder dos Criadores: como marcas podem ampliar as conversas com seu público no YouTube?

Mais do que populares, os criadores são íntimos do seu público. Essa proximidade com a audiência, entregando autenticidade na mensagem, produz uma oportunidade única para as marcas serem mais relevantes. É neste contexto que Criadores são também uma espécie de porta-vozes dos princípios de diversidade e inclusão que pautam, como nunca, a atuação das empresas.

O poder dos Criadores: como marcas podem ampliar as conversas com seu público no YouTube?

Diante dos feitos e dos dados do ano, cresce o poder dos Criadores em multiplicar conversas. Sabendo disso, agora é a sua vez: fique de olho nas tendências em vídeo para planejar ações relevantes, e lembre-se de sempre priorizar as pessoas.

YouTube Works Brasil 2020: como a parceria com criadores é estratégica para gerar bons resultados