Afroempreendedor: impulsione seu negócio com ajuda de ferramentas gratuitas do Google

Christiane Silva Pinto / Novembro de 2020

O Google Academy tem buscado ajudar marcas, empresas e profissionais do mercado disponibilizando gratuitamente lives interativas com treinamentos e insights de negócios — e todo o material fica disponível na plataforma mesmo depois de as sessões irem ao ar.

Mais de 14 milhões de pessoas negras são donas do próprio negócio no Brasil. Não à toa, em 2018, somente os empreendedores negros movimentaram R$ 1,7 trilhão1, ou, aproximadamente, 25% do PIB nacional do mesmo ano2 — são eles a maior parcela de pessoas donas do próprio negócio3, mas que têm o rendimento mensal médio inferior aos profissionais brancos, no país.

Diante desses números, surgiu o “Black Money”, um movimento conhecido por fortalecer o ecossistema de negócios comandados por pessoas negras e que, cada vez mais, ganha força e alcança mais consumidores negros, criando assim um círculo virtuoso.

Mas apesar de toda potência de consumo, dois anos depois o cenário é outro: a pandemia mudou o mundo que conhecemos e transformou radicalmente a forma como as pessoas compram e vendem, seja em lojas físicas, seja pela internet. Afinal, se até mesmo os gigantes estão sentindo o impacto desse contexto, e sabemos que a pandemia da COVID-19 impôs uma série de desafios, como empreendedores negros em suas micros, pequenas e médias empresas estão lidando com tantas transformações?

Afroempreendedor: impulsione seu negócio com ajuda de ferramentas gratuitas do Google

Antes de responder essa questão, um pouco de contexto: quando falamos de afroempreendedores, temos uma parcela formada por homens e mulheres negras que, além da raça, possuem os atravessamentos do gênero que causam impacto em sua atuação também. Isso é o que se chama de interseccionalidade, ou seja, a sobreposição de identidades sociais e sistemas relacionados de opressão, dominação ou discriminação.

E são os números que evidenciam as principais urgências das pequenas e micro empreendedoras negras: empréstimos, planejamento, comunicação e marketing, pilares essenciais de um negócio. Quando falamos da população formada por homens e mulheres pretas e pardas vemos que, já em 2018, somente 23% deles e delas se consideravam aptos para trabalhar com digital e diziam ter um perfil “muito digital”4, o que nos alerta à urgência de ambos em acelerar a digitalização dos seus negócios.

Afroempreendedor: impulsione seu negócio com ajuda de ferramentas gratuitas do Google

Digitalização do negócio como solução

E é com um olhar sobre as urgências da população negra no Brasil que nos propomos a apoiar afroempreendedores incentivando a digitalização de seus negócios. Com essa proposta, o Google oferece, gratuitamente, recursos de planejamento e soluções criativas que podem auxiliar todos e todas. São iniciativas que impactam diretamente os processos rotineiros do seu negócio, tenha você muita ou pouca experiência com o mundo digital.

Afroempreendedor: impulsione seu negócio com ajuda de ferramentas gratuitas do Google

Lançado em 2019 com dicas, tutoriais e conteúdos gratuitos que auxiliam nos primeiros passos da digitalização dos negócios, o site foi repaginado para trazer conteúdos relevantes e atualizados para ajudar a superar os desafios trazidos pela pandemia. Você pode aprender como levar sua empresa para a Web, se manter conectado com os clientes, tendências de mercado e outros tópicos relevantes.

Afroempreendedor: impulsione seu negócio com ajuda de ferramentas gratuitas do Google

Uma nova ferramenta desenvolvida especialmente para você compartilhar novidades e tudo de especial que tem a oferecer aos clientes, criando gratuitamente adesivos, cartazes e imagens personalizadas para ajudar na rotina das suas redes sociais; ideal para quem já tem perfil no Google Meu Negócio.

Didático, intuitivo e compartilhável

Ao alcance de todos, nossos recursos podem ser uma verdadeira mão na roda para alavancar uma empresa. Com soluções gratuitas do G Suite, você pode levar sua operação para dentro de casa. Basta logar com seus dados do Google ou criar uma nova conta — uma dica: essa última opção é essencial para quem ainda não criou um email de negócio do Google e utiliza o contato pessoal para se comunicar com parceiros, clientes ou fornecedores.

  • Gmail: envio e recebimento de e-mails, newsletter, além de programação de emails para o dia seguinte.
  • Drive: um “HD” online para armazenar documentos, apresentações, planilhas e fotos; ideal para organizar o administrativo da empresa.
  • Agenda: calendário para não perder nenhum compromisso e convidar outras pessoas a participar das reuniões.
  • Meet: ferramenta de videoconferência com diversas pessoas.
  • Hangouts: ferramenta de bate-papo para contatos adicionados.
  • Contatos: agenda para reunir fornecedores, clientes e parceiros em um único lugar; ideal para fazer cronograma de posts para redes sociais.
  • Formulários: para pesquisas de satisfação do cliente ou organizar enquetes.

Um passo rumo à digitalização

Você, micro, pequeno ou médio empreendedor, quer conhecer mais e experimentar as inúmeras possibilidades digitais oferecidas pelo Google? Assista a mais uma live do Google Academy com Christiane Silva Pinto, Gerente de Marketing no Google Brasil, fundadora e líder do comitê AfroGoogler.

Publicidade e igualdade racial: é hora de promover mudanças de verdade