Dados e insights para ampliar a comunicação e as vendas do seu negócio na Black Friday

Novembro de 2020

Como o brasileiro está se preparando para a Black Friday em 2020? Qual a intenção de compra e quais as categorias mais desejadas? Como as marcas devem se preparar para uma Black Friday diferente de todas as outras? Para responder às perguntas de uma das temporadas de compra mais aguardadas do ano, reunimos sessões explicativas com dados, insights e indicações de ferramentas para você se preparar.

Uma pesquisa do Google em parceria com a Provokers nos mostra que 76% das pessoas já entendem que Black Friday vai muito além da sexta-feira. E, por isso mesmo, as buscas por produtos e promoções começam semanas antes da data e se estendem por todo o mês.

A tendência das buscas online no pré-compra, inclusive, vale tanto para o varejo tradicional quanto para os serviços, que também garantem bons resultados na Black Friday. De um eletrônico com desconto até uma oferta em um procedimento estético, passando por cursos online em promoção ou parcelamento nos pacotes de viagens, tudo pode ser oferecido nessa temporada. A diferença é que o contexto mudou, assim como o comportamento do consumidor.

Dados e insights para ampliar a comunicação e as vendas do seu negócio na Black Friday

Para entender como se comunicar com seus clientes de maneira mais eficaz, Samuel Moreschi, Gerente de Pesquisas e Insights do Google, conta quais são as expectativas dos brasileiros para esta Black Friday. Os perfis de consumo — desde o mais contido até o mais gastador — variaram muito de acordo com a percepção da crise e o período de confinamento na quarentena. E essas variáveis afetaram as intenções de compra: tanto que 32% das pessoas dizem ainda estar em dúvida se vão adquirir algum item na Black Friday1, ainda que mais da metade delas (54%) indique querer realizar alguma compra.

Olhando para o comportamento do consumidor: 6 em cada 10 pessoas afirmam que deixaram de comprar algo recentemente para esperar pela Black Friday2. Como a busca pelo melhor custo/benefício é o que pauta esse consumo, os compradores parecem estar menos fiéis às marcas e mais abertos a tentar lojas e serviços novos.

Dados e insights para ampliar a comunicação e as vendas do seu negócio na Black Friday

Sabendo mais sobre as expectativas dos consumidores para a Black Friday deste ano, como afinar as estratégias de marketing para a temporada?

Uma dica-chave em um ano tão dinâmico é tentar fazer uma leitura do mercado e antecipar ações. Rodrigo Rodrigues, Diretor de Customer Solutions do Google, explica como ganhar relevância com planejamento, garantindo que o consumidor escolha sua marca antes de se comprometer com outras. Apostar na pesquisa pode trazer resultados, ainda mais porque 82% das pessoas afirmam que, independentemente do canal de compra, optam pela busca online antes de fechar negócio3. E a partir de agora, lembra Rodrigues, toda semana já é Black Friday.

Dados e insights para ampliar a comunicação e as vendas do seu negócio na Black Friday

Indo além das buscas online, muitos empreendedores devem estar se perguntando: o comércio físico também deve apostar na Black Friday? Para Antonella Weyler, Especialista de Insights para o Varejo do Google, a equação entre o que é seguro versus o que vale a pena vai ditar boa parte das escolhas nessa Black Friday.

Enquanto as compras em loja física ainda provocam uma sensação de desconforto em muita gente, a decisão tomada na pré-compra acontece cada vez mais com a ajuda do digital. Por isso, pode ser interessante investir em novos formatos, como o Live Commerce 3.0 e o sistema de loja ao vivo, que oferecem uma experiência de interatividade e contato com o vendedor, mesmo a distância.

Dados e insights para ampliar a comunicação e as vendas do seu negócio na Black Friday

Ao avaliar as expectativas das pessoas, investir em planejamento e procurar soluções em meio ao contexto de pandemia que vivemos, seu negócio pode ganhar mais visibilidade e relevância nesta Black Friday. E para se sair bem nessa missão, tenha em mente os 4 pontos abaixo:

  • Vá além das campanhas de busca e disponibilize seu portfólio no Google Shopping para ampliar as taxas de conversão
  • Use estratégias automatizadas, como os lances inteligentes (smart bidding) e as campanhas inteligentes de Shopping
  • Lembre-se de que as campanhas inteligentes de Shopping operam em todas as plataformas do Google, incluindo YouTube e Gmail, o que ajuda a promover mais conversão
  • Mantenha o Google Meu Negócio atualizado, sobretudo com dados relacionados a horário de funcionamento das lojas físicas

Se esse conteúdo foi útil para o seu negócio, saiba também como ampliar o alcance da sua marca ou empresa nesta temporada de compras com o nosso conteúdo sobre Google Ads, com um passo a passo para criar anúncios no Google.

O Google Academy tem buscado ajudar marcas, empresas e profissionais do mercado disponibilizando gratuitamente lives interativas com treinamentos e insights de negócios — na nossa collection, marcas, empresas e profissionais têm acesso a todo esse material.

Google Academy: treinamentos e insights de negócios